📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social
⚠️ Recomendação nº 3/2024: adoção de medidas de saúde e segurança do Trabalho em atividades de retomada

MPT recebe trabalhadores da saúde

Dirigentes do Sindisaúde-RS e do Sergs manifestaram preocupação com o futuro das categorias a partir da reforma trabalhista

Gilson Azevedo, Victor Laitano, Arlindo Ritter, Julio Jesien, Denize Cruz, Maria Trinca, Stéfano Moura, Raquel Paese, Silvio Boff, Estêvão Costa e Rogério Fleischmann
Gilson Azevedo, Victor Laitano, Arlindo Ritter, Julio Jesien, Denize Cruz, Maria Trinca, Stéfano Moura, Raquel Paese, Silvio Boff, Estêvão Costa e Rogério Fleischmann

     O Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul (MPT-RS) recebeu, na tarde desta quarta-feira, visita institucional de dirigentes do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem, Técnicos, Duchistas, Massagistas e Empregados em Hospitais e Casas de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul (Sindisaúde-RS) e do Sindicato dos Enfermeiros no Estado do Rio Grande do Sul (Sergs). As entidades de trabalhadores manifestaram sua preocupação com o futuro das categorias e dos próprios sindicatos, a partir da reforma trabalhista. A principal preocupação diz respeito ao custeio dos sindicatos, na medida em que a reforma extinguiu a contribuição sindical compulsória, não restando nenhuma contribuição de caráter universal, ao passo que a representação de toda a categoria manteve-se intocada.

     Participaram do encontro, pelo MPT, o procurador-chefe, Victor Hugo Laitano, o vice-procurador-chefe, Gilson Luiz Laydner de Azevedo, e o represantante regional da Coordenadoria Nacional de Defesa do Meio Ambiente do Trabalho (Codemat), Rogério Uzun Fleischmann. Pelo Sindisaúde-RS, estavam o presidente e o secretário-geral, respectivamente Arlindo Nelson Ritter e Julio Cesar Jesien., acompanhados do assessor Stéfano Mariotto de Moura. Pelo Sergs, compareceram o presidente Estevão Finger da Costa, a secretária-geral Denize Gabriela Teixeira da Cruz e a assessora política Maria Angélica Tolotti Trinca. Também participaram advogados do Escritório Paese, Ferreira e Advogados Associados Raquel Paese e Silvio Eduardo Fontana Boff, que assessoram ambos os sindicatos.

Texto e foto: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132)
Fixo Oi: (51) 3284-3097 | Móvel Claro (51) 99977-4286 com WhatsApp
prt04.ascom@mpt.mp.br | www.facebook.com/mptnors | https://twitter.com/mpt_rs

Tags: Dezembro

Imprimir