⚠️ Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante.

Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


O atendimento ao público segue pelos canais online.

Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social

MPT em Pelotas terá nova procuradora do Trabalho

Amanda Broecker assumirá no lugar de Fernanda Ferreira, remanejada para Campinas

Amanda Fernandes Ferreira Broecker
Amanda Fernandes Ferreira Broecker

     A procuradora do Trabalho Amanda Fernandes Ferreira Broecker assumirá no Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pelotas. Vinda de Cuiabá (MT), ela substituirá Fernanda Pessamílio Freitas Ferreira, remanejada para Campinas (SP). A portaria do procurador-geral do Trabalho, Ronaldo Curado Fleury, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). Outras mudanças, também a pedido, foram efetuadas em outros estados e decorrem de concurso de remoção nacional da carreira. O período de trânsito é de 10 dias, a contar da próxima segunda-feira (4/7).

     O MPT em Pelotas funciona em novo endereço (a ser inaugurado oficialmente em breve), na rua Barros Cassal, 601, bairro Areal. O atendimento ao público é de segunda a sexta-feira, das 11h às 17h. Os contatos são o (53) 3260-2950 e o prt4.pelotas@mpt.mp.br. No próximo 24 de agosto, o MPT completará 10 anos de instalação em Pelotas. Também são lotados em Pelotas os procuradores do Trabalho Rubia Vanessa Canabarro (coordenadora) e Alexandre Marin Ragagnin (coordenador substituto).

Quadro

    O quadro no MPT-RS permaneceu com 57 procuradores, mais um que está com lotação provisória (de outro Estado), totalizando 58. Cinco vagas (quatro em Porto Alegre e mais uma em Pelotas, que totalizam 62 previstas em lei) serão completadas por nomeações advindas de concurso público.

     O MPT em Porto Alegre permanece com 35 procuradores, sendo 20 com atuação em 1º Grau, 13 em 2º grau, o procurador-chefe e o procurador-chefe adjunto. As 8 unidades no Interior continuam com 23: 4 em Caxias do Sul; 3 em Santa Cruz do Sul, em Pelotas, em Novo Hamburgo, em Passo Fundo e em Santa Maria; e 2 em Uruguaiana e em Santo Ângelo.

Clique aqui para acessar a lista completa dos procuradores lotados no RS.

Leia mais

17/6/2016 - Remoções alteram lotações de procuradores no MPT-RS
9/10/2014 - MPT preenche cinco vagas de procurador do Trabalho no Rio Grande do Sul

Foto: Ascom do MPT-MT
Texto: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132) enviado especial
Fixo Oi (51) 3220-8327 | Móvel Claro (51) 9977-4286 com WhatsApp
prt4.ascom@mpt.mp.br | www.facebook.com/MPTnoRS | www.twitter.com/mpt_rs

Tags: Julho

Imprimir