📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social
⚠️ Recomendação nº 3/2024: adoção de medidas de saúde e segurança do Trabalho em atividades de retomada

Petrobras, Consórcio Tupi BV e Iesa pagarão indenização por dispensa em massa

Sentença determina que as três rés do processo paguem R$ 1 milhão por danos morais coletivos

     O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Santa Cruz do Sul obteve a condenação da Iesa Óleo & Gás S/A, do Consórcio Tupi BV e da Petrobrás - Petróleo Brasileiro S.A em ação civil pública (ACP) movida por conta de despedida em massa irregular ocorrida em novembro de 2014. Os réus foram condenados solidariamente ao pagamento de indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 1 milhão, a ser revertido ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos (FDD).

     Durante o andamento da ação, mediante decisões liminares, o MPT já havia obtido a suspensão da dispensa coletiva, realizada sem prévia negociação com o sindicato (em novembro de 2014) e o bloqueio judicial de R$ 30 milhões da Petrobras, o que foi utilizado para o pagamento das verbas rescisórias de cerca de 950 trabalhadores.

     A ACP foi ajuizada e acompanhada pelo procurador do Trabalho Bernardo Mata Schuch, tendo sido julgada pela Juíza do Trabalho Lila Paula Flores França, da Vara do Trabalho de São Jerônimo.

Clique aqui para acessar a sentença

ACP nº 0020035-62.2014.5.04.0451

Leia mais:

19/12/2014 - MPT obtém pagamento de empregados da Iesa, com bloqueio de contas da Petrobras
3/12/2014 - Termina sem acordo primeira audiência de conciliação sobre despedida em massa na Iesa de Charqueadas
25/11/2014 - Justiça do Trabalho designa audiência com Iesa e Petrobras para 3/12
24/11/2014 - MPT obtém bloqueio de R$ 30 milhões da Iesa e da Petrobras
22/11/2014 - MPT em Santa Cruz do Sul obtém neste sábado liminar que suspende despedida em massa anunciada para segunda-feira pela Iesa em Charqueadas

Texto: Luis Nakajo (analista de Comunicação)
Fixo: (51) 3220-8328
Supervisão: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132)
Fixo Oi (51) 3220-8327 | Móvel Claro (51) 99977-4286 com WhatsApp
prt4.ascom@mpt.mp.br | facebook.com/MPTnoRS | twitter.com/mpt_rs

Tags: Fevereiro

Imprimir