📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social
⚠️ Recomendação nº 3/2024: adoção de medidas de saúde e segurança do Trabalho em atividades de retomada

Município de Porto Alegre adere ao Programa Trabalho Seguro

Nove instituições integram programa, que visa prevenir acidentes de trabalho e doenças ocupacionais no Estado

     O procurador-chefe adjunto do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul (MPT-RS), Rogério Uzun Fleischmann, participou nesta quarta-feira (10) da solenidade de assinatura, pela Prefeitura de Porto Alegre, do termo de adesão ao protocolo de cooperação técnica do Programa Trabalho Seguro, do qual o MPT-RS é integrante. O procurador-geral do Município, João Batista Linck Figueira, assinou o termo em solenidade no Salão Nobre da Presidência do Tribunal Regional do Trabalho (TRT4). A adesão do Município fortalece a rede de instituições que desenvolvem conjuntamente projetos e ações voltados à prevenção de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais no Estado. Até o momento, nove instituições assinaram o protocolo.

Procurador Rogério (à esquerda) acompanhou a assinatura do protocolo com representantes de outros órgãos integrantes do Programa Trabalho Seguro
Procurador Rogério (à esquerda) acompanhou a assinatura do protocolo com representantes de outros órgãos integrantes do Programa Trabalho Seguro

     "O ingresso do Município de Porto Alegre no programa trabalho seguro é muito importante, considerando que o sistema de saúde atende os trabalhadores adoecidos e acidentados e aportará ao programa dados fidedignos, dados estes imprescindíveis para que as ações e projetos voltados à saúde e segurança do trabalhador tenham sucesso", avalia o procurador-chefe adjunto. "Está de parabéns o Município de Porto Alegre pelo comprometimento com o tema, que demonstrou aderindo ao programa".

     O Programa Trabalho Seguro foi criado em 2011 por iniciativa do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), em parceria com diversas instituições públicas e privadas, visando à formulação e execução de projetos e ações nacionais voltados à prevenção de acidentes de trabalho e ao fortalecimento da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho. Além do TRT4 e do MPT-RS, também integram o protocolo o Estado do Rio Grande do Sul (por meio da Secretaria Estadual da Saúde), a Procuradoria Regional Federal da 4ª Região (PRF4), a Superintendência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 4ª Região (Amatra IV), o Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal do RS (Sintrajufe-RS) e a Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro).

Texto: Luis Nakajo (analista de Comunicação)
Foto: Inácio do Canto (Secom/TRT4)
Supervisão: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MTE/RS 6132)

 

Tags: Dezembro

Imprimir