☎️ O atendimento ao público, no horário de expediente, pelos seguintes telefones. O MPT-RS também atende por canais online.

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social
⚠️ Recomendação nº 3/2024: adoção de medidas de saúde e segurança do Trabalho em atividades de retomada

Procurador participa de evento alusivo ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

Exposição apresentou informações sobre a realidade do trabalho infantil no Brasil e no Rio Grande do Sul 

     Na manhã desta sexta-feira (12), o procurador-chefe adjunto do MPT-RS, Rogério Uzun Fleischmann, participou da apresentação “A realidade do trabalho infantil no Brasil e no Rio Grande do Sul”, no lounge da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS). O evento - promovido em conjunto entre o MPT-RS, o TRT-RS e o Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil - integrou a série de atividades alusivas ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado neste 12 de junho, e também contou com palestras do coordenador da fiscalização do trabalho infantil da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, Roberto Padilha Guimarães, e do secretário estadual adjunto da Saúde, Francisco Zancan Paz.

Procurador Rogério durante apresentação “A realidade do trabalho infantil no Brasil e no Rio Grande do Sul”
Procurador Rogério durante apresentação “A realidade do trabalho infantil no Brasil e no Rio Grande do Sul”

     Na primeira exposição da manhã, o procurador Rogério apresentou estatísticas nacionais sobre o trabalho infantil. Em 1992, o contingente de trabalhadores menores de idade era de 8,5 milhões, e o número foi reduzido para 3,7 milhões em 2011. O procurador ressaltou que a redução de 56% é uma boa notícia, mas que ainda há um longo caminho a ser percorrido para a erradicação do problema. Conforme o procurador, o maior desafio a ser enfrentado se refere à situação de adolescentes entre 14 e 17 anos. “Há o grave problema das crianças e adolescentes que saem de uma situação escolar ruim e ingressam em trabalhos irregulares”, declarou.

     A abertura da exposição “A realidade do Trabalho infantil no Brasil e no Rio Grande do Sul” ficou a cargo da presidente do TRT-RS, desembargadora Cleusa Regina Halfen, e da gestora regional do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, desembargadora Rosane Serafini Casa Nova. Também participaram do evento a corregedora regional do Tribunal, desembargadora Beatriz Renck, a vice-corregedora regional, desembargadora Carmen Izabel Centena Gonzalez, a integrante do Conselho Nacional de Erradicação do Trabalho Infantil do CSJT, juíza Andrea Saint Pastous Nocchi, o secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Social do Rio Grande do Sul, Miki Breier, o presidente da Fundação de Assistência Social e Cidadania de Porto Alegre, Mario Fraga, e o presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 4ª Região (Amatra IV), juiz Rubens Fernando Clamer dos Santos Júnior.

Leia mais

08/06/2015 - MPT-RS participa de ação do Dia Nacional e Internacional do Combate ao Trabalho Infantil

Texto: Manoella van Meegen (Estagiária de Comunicação)
Com informações de Guilherme Villa Verde (Secom/TRT4)
Fotos: Inácio do Canto e Daniel Aguiar Dedavid (Secom/TRT4)
Supervisão: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MTE/RS 6132)
Fixo Oi (51) 3284-3066 | Móvel Claro com WhatsApp (51) 9977-4286
prt4.ascom@mpt.mp.br | www.facebook.com/MPTnoRS | https://twitter.com/mpt_rs

Tags: Junho

Imprimir