📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social

Lançado documentário "Caminhos da Aprendizagem"

Curta-metragem produzido por iniciativa do MPT teve sessão gratuita de estreia nacional na Cinemateca Capitólio, em Porto Alegre; após exibição da obra, produtores e participantes do filme, incluindo uma jovem aprendiz, apresentaram ao público depoimentos sobre suas experiências

     Público de aproximadamente 80 interessados prestigiou o lançamento oficial do novo documentário do Ministério Público do Trabalho (MPT) "Caminhos da Aprendizagem". O curta-metragem de 27 minutos mostra diversos aspectos da aprendizagem profissional. A exibição foi antecedida de apresentação da Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul (OJRS), formada por jovens aprendizes, que presenteou o público com três músicas (Mercedita, Querência Amada e Felicidade). A sessão gratuita foi realizada no final da tarde desta segunda-feira (1/7), na Cinemateca Capitólio, no Centro Histórico de Porto Alegre.

     A obra é a segunda produzida por iniciativa da Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho de Crianças e Adolescentes (Coordinfância) do MPT, com produção da gaúcha Transe Filmes, de Caxias do Sul. O filme integra a série "Ser criança", que explora aspectos do combate ao trabalho infantil no Brasil. O canal Futura exibirá o filme a partir de agosto para todo o Brasil. O documentário tem produção executiva de Daniel Herrera, roteiro e direção de André Costantin e pesquisa e produção de Geni Onzi. A supervisão é da coordenadora nacional da Coordinfância, procuradora do MPT em Porto Alegre Patrícia de Mello Sanfelici, para quem “a aprendizagem é o melhor caminho para combater o trabalho precoce de crianças e adolescentes nas mais diversas realidades e contextos sociais do Brasil, promovendo sua inserção protegida no mundo do trabalho, com a esperada qualificação profissional”. O custo da produção foi pago com recurso oriundo de ação civil pública (ACP) ajuizada pelo MPT.

     Após a exibição, produtores e participantes, incluindo uma jovem aprendiz, apresentaram ao público depoimentos sobre suas experiências. A coordenação foi da procuradora Patrícia. Participaram a promotora de Justiça da Infância e Juventude de Porto Alegre, Cinara Vianna Dutra Braga, a coordenadora do Fórum Gaúcho de Aprendizagem Profissional (Fogap) e do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente (Fepeti-RS), auditora-fiscal Denise Natalina Brambilla González, o maestro da OJRS, Telmo Paulo Jaconi, a coordenadora pedagógica da Fundação de Assistência Socioeducativa (Fase), Janaína de Freitas Mildner, o instrutor de treinamento da Marcopolo, Alex Alan Rodolfo, o secretário executivo da Associação Gaúcha Pró-Escolas Famílias Agrícolas (Agefa), Adair Pozzebon, e Esmeralda Amaral Braga, aprendiz na indústria farmacêutica Kley Hertz, em Porto Alegre, onde está desde novembro de 2018. Ela é uma das estrelas do documentário, assim como o aprendiz de música Marco Aurélio, que já começa a reger ensaios da OJRS e, em Santa Cruz do Sul, adolescentes que têm aulas na horta experimental de escola agrícola.

Público

     Depois dos depoimentos, o público também se manifestou: a diretora da Divisão de Prevenção e Educação, do Departamento Estadual de Proteção a Grupos Vulneráveis, da Polícia Civil, delegada Sônia Maria Dall'Igna, e a educadora social da Polo Marista de Formação Tecnológica, Rosanir Lindemayer, responsável pelo curso de Turismo Ecológico, desenvolvido na Ilha da Pintada. Entre o público presente, também estavam a procuradora regional Silvana Ribeiro Martins (representante da Coordinfância em Porto Alegre) e os procuradores Ana Lúcia Stumpf González (representante regional da Coordinfância) e Rogério Uzun Fleischmann.

     Pela Justiça do Trabalho, participaram as desembargadoras Vania Maria Cunha Mattos (presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região - TRT-RS), Carmen Izabel Centena Gonzalez (diretora da Escola Judicial) e Maria Madalena Telesca, bem como a juíza convocada Maria Silvana Rotta Tedesco (as duas gestoras regionais do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem). Pela Justiça Estadual, a juíza-corregedora da Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), Nara Cristina Neumann Cano Saraiva, e o diretor do Departamento de Coordenadorias da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris) e juiz da 3ª Vara Regional da Infância e Juventude de Porto Alegre, Charles Maciel Bittencourt.

     Também prestigiaram o evento o superintendente regional do Trabalho, Getúlio de Figueiredo Silva Júnior, o presidente da Comissão da Criança e do Adolescente (CCA) da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Rio Grande do Sul (OAB/RS), Carlos Luiz Sioda Kremer, o presidente da Associação Gaúcha dos Advogados Trabalhistas (Agetra), Álvaro Klein, e a coordenadora adjunta da Procuradoria Trabalhista (PTrab), da Procuradoria Geral do Estado (PGE), Franciele Rios de Moraes. O encontro teve, ainda, representantes do Abrigo João Paulo II, da Fundação Projeto Pescar, da Fundação de Proteção Especial do Rio Grande do Sul (FPE), do Centro de Integração Empresa Escola do Rio Grande do Sul (CIEE-RS), da Fundação O Pão dos Pobres e da Maria Mulher – Organização de Mulheres Negras.

Clique aqui para assistir (27min21s) ao documentário "Caminhos da Aprendizagem" no YouTube.

Clique aqui para assistir (26min04s) ao documentário “Ser criança – um olhar para a infância e a juventude diante do trabalho no Brasil” no Facebook do MPT-RS.

Leia mais

21/6/2019 - Aprendizagem profissional é tema de novo documentário do MPT-RS
30/3/2019 - Documentário sobre trabalho infantil exibido na Semana de Porto Alegre
14/3/2019 - Atividades retratarão inclusão social de adolescentes em vulnerabilidade
17/10/2018 - Produtores falam sobre documentário "Ser Criança" em projeção no Instituto Ling
10/10/2018 - "Ser Criança" no Canal Futura

Texto e fotos: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132)
Fixo Oi (51) 3284-3086 | Móvel Claro (51) 99977-4286 com WhatsApp | prt04.ascom@mpt.mp.br
www.facebook.com/mptnors | https://twitter.com/mpt_rs | www.instagram.com/mpt.rs

 

Tags: Julho

Imprimir