⚠️ Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante.

Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


O atendimento ao público segue pelos canais online.

Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social

Procuradora-chefe participa de assinatura de compromisso de combate ao racismo no Grêmio

Iniciativa do clube, protocolo firmado com a Defensoria Pública da União prevê combate ao racismo institucional e estrutural

Procuradora-chefe Mariana Teixeira (terceira pessoa à esquerda da foto) prestigiou a assinatura do Ato
Procuradora-chefe Mariana Teixeira (terceira pessoa à esquerda da foto) prestigiou a assinatura do Ato

     A procuradora-chefe do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul (MPT-RS), Mariana Furlan Teixeira, participou na tarde desta quarta-feira (4/11), da cerimônia de assinatura de protocolo de intenções de combate ao racismo, firmado entre o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense e a Defensoria Pública da União (DPU), por meio de seu grupo de trabalho de Políticas Étnico-raciais (GTPE).

     O documento foi assinado na Tribuna da Presidência da Arena do Grêmio, pelo presidente do clube, Romildo Bolzan, pelo vice-presidente do Conselho Deliberativo do Grêmio, Alexandre Bugin, pelo subdefensor público-geral federal, Jair Soares Júnior, pela defensora pública da União e coordenadora do GTPE, Rita Cristina de Oliveira, pelo diretor do Observatório de Discriminação Racial no Futebol, Marcelo Carvalho, e pelo defensor público Rogério Souza Couto. O protocolo, proposto pelo clube, prevê ações de enfrentamento ao racismo institucional e estrutural no âmbito do futebol.

     A solenidade também contou com a presença do presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Luciano Hocsmann, do diretor do Observatório de Discriminação Racial, Marcelo Carvalho, do ex-árbitro e representante do movimento contra a discriminação racial, Márcio Chagas, além de representantes do Tribunal Regional Federal (TRF) e da Ordem dos Advogados do Estado (OAB).

Da esquerda para a direita: Rogério Souza Couto, Marcelo Carvalho, Alexandre Bugin, Rita Cristina de Oliveira, Jair Soares Júnior e Romildo Bolzan
Da esquerda para a direita: Rogério Souza Couto, Marcelo Carvalho, Alexandre Bugin, Rita Cristina de Oliveira, Jair Soares Júnior e Romildo Bolzan


Texto e fotos: Júlia Canella Dias Flor (estagiária de Jornlismo)
Supervisão: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132)
Fixo Oi (51) 3284-3086 | Móvel Claro (51) 99977-4286 com WhatsApp | prt04.ascom@mpt.mp.br
www.facebook.com/mptnors | https://twitter.com/mpt_rs | www.instagram.com/mpt.rs

Tags: Dezembro

Imprimir