📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social
⚠️ Recomendação nº 3/2024: adoção de medidas de saúde e segurança do Trabalho em atividades de retomada

Luciana Marcenes de Souza é a nova procuradora do MPT-RS em Santo Ângelo

Nascida em Belo Horizonte, procuradora foi empossada no início deste mês e já está atuando na cidade

A procuradora Luciana Marcenes Gonçalves de Souza. Foto: Arquivo pessoal
A procuradora Luciana Marcenes Gonçalves de Souza. Foto: Arquivo pessoal

     A nova procuradora do MPT-RS, Luciana Marcenes Gonçalves de Souza, já está em atuação na Procuradoria do Trabalho Municipal (PTM) de Santo Ângelo. Ela foi aprovada no 21º concurso da carreira, realizado em 2020, e tomou posse no último dia 08/10, em solenidade em Brasília presidida pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, e pelo procurador-geral do Trabalho José de Lima Ramos.

     Natural de Belo Horizonte (MG), ela se formou em Direito pela Faculdade Milton Campos em de 2011. Tem pós-graduação pela Escola Superior de Advocacia da OAB/MG (2015) e atuou como advogada especializada em questões trabalhistas de 2016 a 2012. Como procuradora da PTM de Santo Ângelo, ela atuará em uma unidade com abrangência sobre 83 municípios do Estado, incluindo cidades como Santo Ângelo, Santa Rosa, Cruz Alta, São Miguel das Missões, Tupanciretã e Três Passos.

     "Identifico-me com a função institucional do Ministério Público, em especial o do Trabalho, de defesa social, sobretudo de defesa do trabalho digno, para a criação de uma sociedade livre, justa solidária e sem discriminação. Estes valores são essenciais em uma sociedade democrática e devem ser protegidos e promovidos de forma eficaz e abrangente" – diz ela. E complementa:

     "A carreira de procurador e procuradora do Trabalho despertou especial interesse durante os meus estudos, tendo em vista a íntima relação entre a dignidade da pessoa humana e o trabalho digno. O trabalho, não apenas como fonte de renda, é também instrumento de realização da pessoa em suas mais diversas áreas da vida: pessoal, profissional e social."

Texto: Carlos André Moreira (reg. prof. MT/RS 8553)
Fixo Oi (51) 3284-3086 | Móvel Claro (51) 99977-4286 com WhatsApp | prt04.ascom@mpt.mp.br
www.facebook.com/mptnors | https://twitter.com/mpt_rs | www.instagram.com/mpt.rs

Tags: Outubro

Imprimir