• Procuradorias
  • PRT Porto Alegre
  • Seminário de Ergonomia prossegue com apresentação de métodos voltados ao combate a estresse e a riscos de saúde na coleta de lixo

📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social
⚠️ Recomendação nº 3/2024: adoção de medidas de saúde e segurança do Trabalho em atividades de retomada

Seminário de Ergonomia prossegue com apresentação de métodos voltados ao combate a estresse e a riscos de saúde na coleta de lixo

Último dia do 10º Seminário Internacional de Sobrecarga Biomecânica no Trabalho terá também mesa redonda com participação de procuradores do MPT em Caxias do Sul e Campinas

     As conferências da manhã de quinta-feira (8/6) do 10º Seminário Internacional de Sobrecarga Biomecânica no Trabalho – “Como eu faço”, a cargo dos especialistas Marco Placci, Daniela Colombini, Ruddy Facci e Enrico Occhipinti, focaram na mensuração e combate ao estresse laboral. 

Marco Placci, Daniela Colombini, Ruddy Facci e Enrico Occhipinti, Edoardo Santino e Horácio Alves
Marco Placci, Daniela Colombini, Ruddy Facci e Enrico Occhipinti, Edoardo Santino e Horácio Alves

     Marco Placci abordou os riscos ocupacionais no trabalho com computador, destacando a análise de postos de trabalho, layout de salas e macrolayout (qualidades do prédio), com suas correlações com doenças decorrentes de postura, principalmente. Referenciou as normas ISO 9241 e a europeia 90/270, que apresentam requisitos para estações de trabalho ergonômicas: cadeiras, mesas, iluminação, e pausas pra descanso oculovisuais e posturais, entre outras.

     Enrico Occhipinti abordou o ergocheck, ferramenta desenvolvida pela International School of Ergonomics of Posture and Movement (EPM-IES), a pedido da Organização Mundial de Saúde (OMS), que almejava uma ferramenta que permitisse a fácil aplicação da ISO 11228, inclusive por pessoas não experientes. O ergocheck realiza a pré-avaliação dos problemas ergonômicos existentes em diversos tipos de ocupação laboral, classificando a importância do problema a ser enfrentado por ferramentas específicas.

     Daniela Colombini abordou a aplicação do ergocheck, também chamado de pré-mapa, na avaliação de risco de estresse relacionado ao trabalho, explicando alguns dos fundamentos conceituais da ferramenta, como o conceito de estresse ocupacional, extraído de acordo europeu sobre o assunto.

     Ruddy Facci, por sua vez, abordou as medidas a se tomar após a aferição do risco de estresse realizado com o ergocheck. Apresentou 28 ações de combate ao estresse laboral e lembrou que este é reconhecido como doença ocupacional no Brasil pela Portaria 4062`do MPAS.

     Completou o programa científico da manhã a conferência de Edoardo Santino sobre a Escola OCRA Brasiliana e a de Horácio Alves sobre quantificação do número de agentes e atividades na coleta de lixo. Edoardo destacou as traduções do trabalho da EPM no Brasil e informou que os livros da metodologia TACO e ergocheck, apresentados no seminário, devem ser traduzidos em breve no País.

     As atividades do período da tarde incluem mesa-redonda sobre fiscalização, auditoria e decisões judiciais nas questões de sobrecarga biomecânica no trabalho, com participação do procurador do Trabalho Ricardo Garcia (lotado em Caxias do Sul), que coordena as forças-tarefa estaduais do MPT em frigoríficos e hospitais, e do procurador do Trabalho Ronaldo Lira (lotado em Campinas-SP), além de conferências, premiação de trabalhos selecionados e entrega dos certificados de capacitação OCRA.

     O seminário é organizado pela Escola Ocra Brasiliana e promovido pela International School of Ergonomics of Posture and Movement (EPM-IES), tendo o apoio institucional do MPT-RS, além de: Associação Gaucha de Avicultura (Asgav), Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos do RS (SIPS), Associação Gaucha de Medicina do Trabalho (Sogamt), Sociedade Brasileira de Medicina Legal e Pericias Médicas - Seccional do RGS, Revista Proteção, Associação Brasileira de Fisioterapia do Trabalho (Abrafit), Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito) e Associação Paranaense de Engenharia de Segurança do Trabalho (APES).

Leia mais

7/6/2017 - Estudos mostram importância da Ergonomia para trabalhadores e empresas
7/6/2017 - 10º Seminário Internacional de Sobrecarga Biomecânica no Trabalho é iniciado em Porto Alegre
24/5/2017 - MPT apoia seminário internacional de Ergonomia que ocorrerá em Porto Alegre

Texto e fotos: Luis Nakajo (analista de Comunicação)
Fixo: (51) 3220-8328
Supervisão: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132)
Fixo Oi (51) 3220-8327 | Móvel Claro (51) 99977-4286 com WhatsApp
prt4.ascom@mpt.mp.br | facebook.com/MPTnoRS | twitter.com/mpt_rs

Tags: Junho

Imprimir