📅 Atenção! Devido ao estado de calamidade pública, os prazos nos procedimentos do MPT-RS que vencerem neste período ficam prorrogados até 6/6, com exceção dos casos urgentes, relativos à calamidade pública, e os declarados pelo(a) membro(a) oficiante. Ademais, faculta-se ao(à) membro(a) oficiante a realização de audiências na modalidade telepresencial.


☎️ O atendimento ao público segue pelos canais online e, no horário de expediente, pelos seguintes telefones:

PRT Porto Alegre (51) 3252-1500
PTM Caxias do Sul (54) 3201-6000
PTM Novo Hamburgo (51) 3553-7250
PTM Passo Fundo (54) 3316-4300
PTM Pelotas (53) 3310-7700
PTM Santa Cruz do Sul (51) 3740-2550
PTM Santa Maria (55) 3174-1200
PTM Santo Ângelo (55) 3931-3300
PTM Uruguaiana (55) 3414-4800

⚠️ Recomendação nº 1/2024: emissão gratuita de atestados de exposição a enchentes
⚠️ Recomendação nº 2/2024: adoção de medidas trabalhistas alternativas e diálogo social

Mil pessoas correm em Porto Alegre contra trabalho infantil

Primeira corrida de rua, em 2019, na Capital gaúcha, da campanha #ChegadeTrabalhoInfantil, promovida pelo MPT, buscou chamar atenção da sociedade para importância de se combater exploração do trabalho de crianças e adolescentes

Largada da 1ª etapa do circuito #ChegadeTrabalhoInfantil
Largada da 1ª etapa do circuito #ChegadeTrabalhoInfantil

Clique aqui para acessar 74 fotos em alta definição no Google Fotos (autor: Flávio Wornicov Portela / MPT)

Clique aqui
para baixar do Flickr fotos em alta definição produzidas pela Secom do TRT-RS.

     O calor dos últimos dias e do início da manhã deste domingo (24/2), em Porto Alegre, não foi suficiente para desmotivar as mil pessoas que participaram da primeira etapa de 2019 da corrida de rua da campanha #ChegadeTrabalhoInfantil. A iniciativa do Ministério Público do Trabalho (MPT), com apoio do Ministério Público Estadual (MP/RS) e do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS), é promovida em parceria com o Clube de Corredores de Porto Alegre (Corpa). A ação visa dar maior visibilidade à campanha. A coordenadora nacional da Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho de Crianças e Adolescentes (Coordinfância) do MPT, procuradora Patrícia de Mello Sanfelici (lotada em Porto Alegre), avaliou que "a corrida foi um sucesso. É muito importante ver tantas pessoas levando a mensagem do MPT de combate ao trabalho infantil. Com certeza, a corrida terá resultado muito positivo na discussão e na reflexão desse tema com a sociedade". Os corredores inscritos receberam, no sábado, Kits com a camiseta do evento.

     A corrida teve largada um pouco depois da 8h, na rua Nestor Ludwig, quase esquina com a avenida Padre Cacique, entre o Parque Marinha do Brasil e o Gigantinho, no bairro Praia de Belas. O pequeno atraso involuntário foi ocasionado por três caminhões, a serviço do carnaval, que estavam estacionados irregularmente na via liberada pela EPTC para a corrida. As modalidades foram 15 Km, 10 Km e 5 Km, nas categorias masculino e feminino. Na categoria infantil, as largadas foram a partir das 10h. O “Circuitinho” teve distâncias e idades variadas, em caráter não competitivo (participativo): 3 a 4 anos (50m), 5 a 6 anos (60m), 7 a 8 anos (80m), 9 a 10 anos (100m), 11 a 12 anos (200m) e 13 a 14 anos (400m). As duas ambulâncias da Unimed estacionadas no local, à disposição da corrida, atenderam seis competidores, sendo que um precisou ser levado para o hospital Santa Casa. Os bombeiros civis auxiliaram os corredores com informações. Ao final da corrida, os atletas receberam água, isotônicos e frutas. Todos ganharam medalha. MPT, TRT, Amatra e MP/RS distribuíram material de divulgação ao público, como gibis e cata-ventos - símbolo do combate ao trabalho infantil. As peças estavam expostas em estande montada para as Instituições.

   A ideia de unir esporte ao combate ao trabalho infantil já determinou a inserção da campanha do MPT na travessia Torres - Tramandaí, no início de 2018, quando cerca de 3,2 mil atletas percorreram 82 quilômetros do litoral gaúcho, levando a mensagem da campanha nas camisetas, mochilas, medalhas e troféus. Ainda em 2018, o circuito de três corridas aconteceu em 25 de março, 14 de abril e 6 de maio. A divulgação da campanha também foi feita na Maratona Internacional de Porto Alegre, em 10 de junho, e na I Corrida Rústica da Criança Fasurgs, em Passo Fundo. A organização do circuito é custeada parcialmente com valores provenientes de ação civil pública (ACP), contra o frigorífico JBS, instalado em Roca Sales, e revertidos pelo MPT em Santa Cruz do Sul.

     Os troféus aos vencedores foram entregues pelas procuradoras Patrícia, Ana Lucia Stumpf Gonzalez (coordenadora estadual da Coordinfância) e Silvana Ribeiro Martins (representante da Coordinfância em Porto Alegre), pela promotora de Justiça da Infância e da Juventude de Porto Alegre, Cinara Vianna Dutra Braga, pela desembargadora Maria Madalena Telesca e a juíza Luciana Bohm Stahnke, ambas da Justiça do Trabalho. Entre os atletas, estavam a procuradora Sheila Ferreira Delpino e, aproximadamente, 15 servidores do MPT. Também estava na torcida o procurador Rogério Uzun Fleischmann. A segunda etapa do circuito será realizada em 31 de março. As inscrições já estão abertas, até 25 de março, em www.esportif.com.br/evento/circuitomp2etapa. A terceira etapa será em 27 de abril. A campanha também será divulgada na 36ª edição da Maratona Internacional Porto Alegre, que acontecerá em 2 de junho.

     685 atletas, inclusive do Interior do Estado e da Argentina, das modalidades competitivas cruzaram a linha de chegada no tempo máximo permitido. Os vencedores dos 15 km foram Charles Maurício Rosa (57min47s) e Vanessa Sobrosa Souza (1h11min15s), sendo que 128 masculinos e 49 femininos cruzaram a chegada (total de 177). 10km: Renan Barckfeld Correia (33min8s) e Michelle Costa Andrades (44min39s), sendo que 138 masculinos e 64 femininos cruzaram (total de 204). 5km: Luis Carlos Antônio Ortiz (15min47s) e Gabriela Bender (18min52s) sendo que 146 masculinos e 156 femininos cruzaram (total de 302). Além desses, mais alguns atletas cruzaram depois do tempo máximo. Também houve, aproximadamente, 200 participantes no "Circuitinho".

Fotos pagas dos corredores estão disponíveis em Foco Radical.

Resultados oficiais da competição estão disponíveis em Corpa.

Leia mais

14/1/2019 - Circuito de corridas #ChegadeTrabalhoInfantil terá 3 etapas em 2019

22/10/2018 - #Chegadetrabalhoinfantil é divulgada na I Corrida Rústica da Criança Fasurgs
7/5/2018 - Confira o resultado da 3ª etapa das corridas de rua #ChegadeTrabalhoInfantil
4/5/2018 - 3ª etapa do circuito #ChegadeTrabalhoInfantil será neste domingo
23/4/2018 - Inscrições para 3ª etapa do circuito #ChegadeTrabalhoInfantil encerram-se na próxima segunda
15/4/2018 - Centenas de atletas correm sábado à noite contra trabalho infantil
11/4/2018 - É neste sábado 2ª etapa do circuito #ChegadeTrabalhoInfantil
3/4/2018 - Terminam nesta quarta-feira inscrições para 2ª etapa do circuito #ChegadeTrabalhoInfantil
25/3/2018 - Centenas de pessoas correm contra trabalho infantil
24/3/2018 - Mesmo com chuva, corrida de rua contra trabalho infantil está mantida para este domingo
8/3/2018 - #ChegaDeTrabalhoInfantil motiva circuito de corridas em Porto Alegre
26/1/2018 - De Torres a Tramandaí: uma corrida contra o trabalho infantil

Texto e foto: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132)
Fixo Oi (51) 3284-3086 | Móvel Claro (51) 99977-4286 com WhatsApp | prt04.ascom@mpt.mp.br
www.facebook.com/mptnors | https://twitter.com/mpt_rs | www.instagram.com/mpt.rs

Tags: Fevereiro

Imprimir